Doença de Alzheimer, Demência Vascular, Demência por Corpos de Lewy, Demência Mista, Demência Frontotemporal, são alguns dos tipos de demência.

Existem semelhanças e particularidades em cada uma delas, o que pode dificultar ainda mais o diagnóstico com exatidão e muito mais a prestação dos cuidados.

É fundamental conhecer o diagnóstico para que seja possível oferecer à pessoa com demência o melhor cuidado diário, acompanhamento clínico e estimulação, como forma de dar qualidade de vida a ela e à família.

A Doença de Alzheimer corresponde a cerca de 60% de todas as demências, seguida da Demência Vascular.

Existem ainda as conhecidas “Demências” reversíveis, que se caracterizam por patologias com quadros semelhantes às demências, e quando resolvidas, a pessoa deixa de apresentar sintomas compatíveis com demência.

A causa mais comum com o avançar da idade é a infeção urinária que causa síndromes confusionais agudas e que costuma estar mascarada pela habitual recusa dos mais velhos ingerirem água.

A sede é um reflexo que costuma estar diminuído numa faixa etária mais avançada, somado à baixa imunidade, ao uso frequente de materiais de incontinência não adequados, fazem com que as infeções urinárias tornam-se recorrentes.

Desde que tratada adequadamente, todos os sintomas desaparecem, por este motivo, pode ser conhecida como “demência reversível”.

Nestas e em outras situações, o mais importante é conhecer a pessoa e ao mínimo sinal de alerta procurar o que possa estar a motivar aquela alteração, que quase sempre inicia com um comportamento considerado inadequado, ou um lapso mais evidente de memória.

A demência traz grandes desafios a todos.

Procure sempre ajuda profissional.

tipos de demência

Deixar um comentário